"Neste Blog exponho meus pensamentos e minhas opiniões referente a diversos assuntos. Alguns artigos geralmente levam a questionamentos, estarei quando possível publicando-os, mas infelizmente postagens anônimas desrespeitosa como tem ocorrido, serão negadas."

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

PASTOR DE ARAMARI PEDE DESFILIAÇÃO DA CEADEB!


Carta de Saída do Pastor e Família da CEADEB

Termo de Desfiliação da CEADEB


I – Histórico

No ano de 1984 aceitei a Jesus na Assembléia de Deus e no Ano seguinte desci as águas no Templo Central ainda em construção, a mensagem naquela tarde foi pelo saudoso Pr. Rodrigo Santana e desde aquele dia tenho servido a esta igreja com uma consciência limpa, logo conheci aquela que seria minha Esposa, amiga e companheira.Momentos difíceis passamos juntos, superamos muitos obstáculos e logo casamos com a ajuda do Pr. João Evangelista de Jesus que foi pedra fundamental para isso. Dessa união nasceram as minhas riqueza que tenho três filhos maravilhosos que durante esses anos foram a base dos meus Ministério.Chegamos à cidade de Aramari para pastorear a Igreja bem pequena com um templo conhecido na cidade com CASA DE FARINHA e junto com os Irmãos trabalhamos, varamos as madrugas, feriados para erguer UM PALACIO PARA DEUS, que logo tornou-se marco para a cidade. Vejo nesta obra não algo humano mas um milagre, pois não havia renda suficiente para tal façanha.Em Dezembro de 2002 fui ordenado ao Santo Ministério indicado pelo Pastor Eliezer Rodrigues e concluir com a ajuda de Deus e da Igreja o Curso de Bacharel em Teologia pelo Seminário Batista em Feira de Santana.Agradeço a Deus pela vida de todos irmãos que contribuíram para que um sonho tornasse realidade... Fico grato pelos 25 anos de membro da Igreja e 07 anos como Pastor desta Convenção sem falar em minha esposa e seus 44 anos de Igreja Assembléia de Deus, que para nós neste momento esta sendo muito difícil e extremamente dolorido para mim, minha esposa e meus filhos.


II – DOS FATOS E DO DIREITO

No dia 03 de dezembro me achava na Faculdade como costumeiro nas manhãs quando Pr. Antonio Walter Telefona me avisado que eu deveria viajar imediatamente a Salvador, onde se realizava a AGO, para conversar com a diretoria da CEADEB porque havia a noticia do meu afastamento da presidência da igreja de Aramari, (havia eu comunicado a minha falta a mesma por meio de carta oficio para seguir os trâmites do Estatuto, motivo de provas na faculdade Unirb) todo o meu sistema nervoso ficou abalado e com muita dificuldade me submeti a uma prova de Direito Constitucional e retornei a minha residência onde me preparei com alguns documentos e com a ajuda do Pastor Walter seguir para o destino solicitado.Apresentei os recibos pagos ao Pr. Alex referente ao acordado em Julho/2009 (cheque no valor de R$ 2.176,00 e mais R$ 27,00 em espécie que totalizou no acordo R$ 2.203,86 ) e também os comprovantes dos 03 meses do acordo (dizimo de obreiro e Fundo Convencional) sendo foram pagas 03 parcelas de R$ 176,87 e mais 03 parcelas de 202,75 Totalizando os referidos recibos devidamente pagos comprovado pela secretária nos extratos da entidade chegando a valores de R$ 1.138,86 acrescido de juros de moras de 2% por motivo de atraso e foi dado baixa nos mesmo, também foi efetuado pagamento com cheque pessoal no valor de R$ 1.090,00 (Hum mil e noventa reais relativo ao fundo convencional e Dizimo pessoal). Não podemos falar com o Presidente, pois o mesmo encontrava-se presidindo a AGO, e foi dito pelo Pastor Greg ao Pr. Walter que deveria retornar no dia seguinte, mas devido as minhas atividades na faculdade e junto a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia avisei que seria impossível. Ao conversar com o Pr. Joeser fui informado oficialmente da mudança e que o Presidente não mudaria a sua decisão devido o envolvimento de outros campos e Pastores.O fato teve grande repercussão, e não apenas os familiares tiveram conhecimento mas a Igreja e a cidade na qual gozo de prestígio e estima.Neste momento junto cópias dos pagamentos referidos ao acerto de negociação com a CEADEB e também dos meses de Julho, Agosto e Setembro de 2009 para que se comprove o motivo da desfiliação.Fica aqui registrado que o motivo da desfiliação na se prende a mudança da referida igreja e sim como foi feita de forma prepotêncial, arbitrária com um julgamento onde o Réu (eu) não fui chamado e não tive direito a defesa regra base do nosso ordenamento a nossa Constituição Federal no seu Art. 5º, LV – “aos litigantes, em processo judicial ou administrativo, e aos acusados em geral são assegurados o contraditório e ampla defesa, com os meios e recursos a ela inerentes;”. Foi assim desrespeitado o meu Direito, não exaurindo todo o processo tirando o que é meu por direito mostrar os fatos e provas para ai então tomarem a decisão.O Estatuto da Ceadeb Art. 30, III e VIII que trata das funções do Conselho Consultivo que deve ser tomar ciência das ações tanto das igrejas, pastores e da mesa, não sendo procurado até, fico sem poder a recorrer para que venha cumprir o estatuto de forma justa e coerente, onde a nossa convenção torne justa em todos os sentidos.


III - AÇÃO DE DESFILIAÇÃO

Em face de muitos acontecimento que veio abalar a minha estrutura, da minha família e daqueles que de perto acompanharam o nosso sofrimento durante estes 8 anos 11 meses e 11 dias como Pastor desta Igreja e da forma que trabalhamos de forma incessante para o Reino do Senhor (II Ts “Nem de graça comemos o pão de homem algum, mas com trabalho e fadiga, trabalhando noite e dia, para não sermos pesados a nenhum de vós”. ), e que deverá seguir o rito sucinto, pelas razões de fato e de direito que passo a expor.

Eu, Pedro José Alves, nacionalidade, Brasileiro. estado civil casado, profissão Ministro do evangelho, portador da cédula de identidade RG nº 1207987 e inscrito no CPF/MF sob nº 351 733 515 - 00, residente e domiciliado na Rua das Flores nº 111, Centro na cidade de Aramari CEP 48130000, Com a Credencial da Ceadeb nº 5.728-2, por mim próprio ao final assinado, Venho respeitosamente, à honrosa presença de Vossa Senhoria Pr. Valdomiro Pereira mui digno presidente desta magna Convenção solicitar através deste a minha renuncia e de desligamento da Convenção das Assembléia de Deus da Bahia (CEADEB), como rege o Estatuto da Referida Entidade no seu artigo Art. 8º, § 11º, a). Não adianta aqui expor mágoas e ressentimentos que existem, mas Creio na Eficácia do Espírito Santo para fazer este tratamento em mim, família e aqueles que passaram a serem os trazedores de água, assim com os bravos de Davi que lhe serviam.

IV - ConclusãoConcluindo o termo de solicitação de desligamento, venho a solicitar que zele pela minha honra, da minha família (que defenderei até as ultimas conseqüências), não gosto de expor vísceras de ninguém e não admitirei qualquer ato que vier ataca minha imagem e ofender a minha dignidade, pois sei os caminhos para me defender.Agradeço a Deus pelo presente maravilhoso de Ser Pastor do qual Renderei só a Ele honra, gloria e louvor, a Igreja mãe em Alagoinhas por ter aceito um filho, a Ceadeb pela confiança que teve com a minha pessoa e minha família na qual procuramos honrar e servir a Igreja do nosso Senhor Jesus Cristo em Aramari que me ajudou a crescer.


Nestes termos,Pede deferimento.


Aramari, 17 de Dezembro de 2009


Pr. Pedro José Alves.


Fonte: "http://adara.20m.com/index.html"

Um comentário:

Ginecy vieira disse...

Pr. e pela 1º vez que eu acesso seu blog,e achei informções que eu porcurava ha muito tempo,meus parabens,que Deus continue abençoando a ADESAL e seus postores em geral,a graça do Senhor nos basta.